Obreiros em Foco

agenda

04/10 VIGÍLIA DE OBREIROS – SÃO PAULO 23H

06/10 CARAVANA DO RESGATE – CAMPOS/RJ  14H

11/10 VIGÍLIA DE OBREIROS – RIO GRANDE DO SUL  23H

18/10 VIGÍLIA DE OBREIROS – RIO DE JANEIRO  23H

20/10 CARAVANA DO RESGATE – CAMPINAS/SP  14H

25/10 VIGÍLIA DO RESGATE – FEIRA DE SANTANA/BA  23H

27/10 REUNIÃO DE OBREIROS – SÃO JOSÉ DOS CAMPOS/SP 14H

 

FIQUE LIGADO!

continue lendo
Estudos

A Tropa de Elite do Espírito

Já viu como é a preparação de um soldado no exército? A mente, muito além do corpo, recebe treinamento para controlar suas emoções.

Isso é para que, em caso de guerra, não haja qualquer sentimento de pesar para matar o inimigo. Soldado é treinado para destruir os inimigos da pátria.

Mesmo assim, seu treinamento não é o melhor.
Quando se trata de tropa de elite, em cada cem candidatos, apenas uns cinco, no máximo, são escolhidos. Nesse caso, o treinamento é excessivamente duro e severo. A mente é adequada para fazê-los quase insensíveis à dor física. Imagine a insensibilidade com respeito às emoções!

Se o soldado não é capaz de vencer suas emoções e fraquezas pessoais, como poderá enfrentar e vencer o inimigo? Se não vence seu interior, como o fará no seu exterior?

Creio que a filosofia da tropa de elite não é para morrer lutando. Mas para vencer lutando.

No Reino de Deus não é diferente. Todos os nascidos do Espírito Santo fazem parte da Tropa de Elite Celestial. Nenhum filho é mais fraco do que o outro. Todos têm o mesmo DNA Divino, o mesmo Espírito, o mesmo poder…

Não é o que temos crido? Que “Deus não nos tem dado espírito de covardia, mas de poder, de amor e de moderação.” 2 Timóteo 1.7

É claro que nem todos têm tido disposição para expor a própria vida pela fé. No passado foi assim, no presente é assim e no futuro também o será.
Mas há alguns que excedem. Não medem esforços no sacrifício da sua vida por aquilo que creem.

A exemplo dos gaditas que ajudaram Davi, diz a Bíblia que eram “homens valentes, homens de guerra para pelejar, armados de escudo e lança; seu rosto era como de leões, e eram eles ligeiros como gazelas sobre os montes… O menor valia por cem homens, e o maior, por mil.” I Crônicas 12.1-14.

Deus não poupou poder aos fiéis do passado e nem o faz no presente. Ele tem armado Seus filhos de tal forma que não há chance de os inimigos da cruz prevalecerem.

“Porque as armas da nossa milícia não são carnais, e sim poderosas em Deus, para destruir fortalezas, anulando nós sofismas…” 2 Coríntios 10.4

Os nascidos do Espírito de Deus nunca perdem. As supostas perdas, fracassos, frustrações e decepções nada mais são do que o preparo da Tropa de Elite do Espírito de Deus.

Tudo coopera para o bem deles! Tudo…
Quando ganham, se alegram com a vitória. Aleluia!
Quando perdem, choram, lamentam e resmungam. Só por enquanto.
Lá na frente, descobrem que ganharam também. E aí, é correr para o abraço!

A morte, os demônios, o inferno, o diabo e seus filhos se mordem de raiva por ver-nos felizes, alegres e radiantes, mesmo diante dos vendavais da vida.

Os filhos de Caim morrem de inveja da gente. Quem manda não sacrificar como os filhos de Abel?
KkKKKKKKKKKKK
Portanto, ganhando ou perdendo, os nascidos de Deus sempre ganham!

 Fonte: Blog Bispo Macedo

continue lendo
Estudos

De carne para espírito

Monte-Sinai-Noite-peq

Por conta da hipersensibilidade da natureza humana às emoções, fica difícil renunciar os desejos da carne.
O conflito entre espírito e carne tem feito vítimas fatais.
Pior: vítimas fatais para toda a eternidade.

Quantos relacionamentos amorosos têm culminado em morte? Quantos suicídios? Quantas vítimas? Por quê?

Simplesmente porque as pessoas sensíveis se rendem aos caprichos dos sentimentos. Tornam-se reféns da voz do maldito coração enganador. Tem sido tão forte que nem se dão ao trabalho de raciocinar por um só momento.

Pensam que aqueles momentos de profunda tortura jamais vão cessar. Pensam que o “amor” perdido significa o fim de sua vida.

Mas como o tempo é senhor da razão, mais tarde descobrirão o quão tolas foram; se amofinaram à toa e perderam tempo precioso.

Enquanto se derretiam em prantos, o diabo ria gostosamente…

Por isso a grande necessidade de se ter a natureza adâmica transformada em celestial, de alma vivente em espírito vivificante, de emocional para racional, de nascido da carne para nascido do Espírito.

Diante disso, o cristão não estará mais em desvantagem na luta contra Satanás, nem contra o pecado. Pois, o diabo sendo espírito leva vantagem sobre quem vive na carne. Mas quando o cristão é espírito, e o que é melhor, espírito com o DNA do Espírito Santo, aí, já era para o diabo e todo o seu inferno.

Não há a mínima chance de perder. É obrigado a vencer tudo!
Vence o diabo, vence os problemas sentimentais, vence os vícios, vence o orgulho, vence o pecado, vence o mundo, enfim, vence tudo porque é filho de Deus e tem o Seu poder em si.

É justamente o que o apóstolo João ensina:
“…porque todo o que é nascido de Deus (é espírito) vence o mundo; e esta é a vitória que vence o mundo: a nossa fé.” I João 5.4
“Sabemos que todo aquele que é nascido de Deus (é espírito) não vive em pecado; antes, Aquele que nasceu de Deus o guarda, e o maligno não lhe toca.” I João 5.18

Bahh!!! Isto é trilegal, como dizem os gaúchos…

Fonte: Blog Bispo Macedo

continue lendo
Experiências vividas

Olá, bispo!

Acabei de participar da busca ao Espírito Santo. AHHH! QUE DIA!
Hoje posso afirmar isso e ter a certeza da concretização do recebimento do Espírito Santo em minha vida. Foi como o senhor perguntou durante a programação: “VOCÊ TEM IDEIA DO QUE É TER O ESPÍRITO DE DEUS DENTRO DE VOCÊ?”

Na verdade, bispo, eu não tinha essa ideia. Embora afirmasse que já O tivesse recebido. Mentirosa, falsa, enganadora, dissimulada, nojenta e daí para pior… Era assim mesmo que me sentia desde ontem à noite. Como pude dizer ter dentro de mim o Espírito do próprio Deus e estar fazendo a Obra de Deus como obreira, se a minha vida, até então, não apresentava o perfil de vida de uma pessoa que nasceu de Deus?

Então, decidi ‘jogar na lama’ o tempo – tempo de igreja e o tempo em que eu estive na Obra.
Ontem, durante a busca tive um verdadeiro encontro com o Salvador da minha alma, e hoje fui agraciada com o batismo com o Espírito Santo.

Sinceramente eu pensava que para mim não tinha mais jeito e nem Deus me queria mais. Ontem mesmo fui trabalhar de obreira, mas estava definida: alguma coisa eu ia fazer ou ia acontecer comigo. Foi então que, ontem à noite, o pastor da minha região falou de uma forma bem incisiva com os obreiros: “Obreiro, se você está aqui me ouvindo, ainda há jeito para você. Mas, é preciso que você reconheça a sua situação espiritual nesse momento e seja sincero consigo mesmo.”

Bispo, eu sempre vi Deus falando através da boca desse pastor, mas ontem eu não percebi Deus falando, contudo, era como se Ele estivesse ‘gritando’ comigo. Depois disso eu falava e repetia várias vezes para mim mesma: ESSA É A MINHA ÚLTIMA CHANCE. E, SINCERAMENTE, EU NÃO TENHO MAIS NADA A PERDER, porque o bem mais precioso, que é o Espírito de Deus, eu não tinha em mim, logo, não tinha a certeza da minha salvação.

Realmente, eu era aquela dracma perdida dentro da Igreja – e de uniforme de obreira. Era aquela obreira ‘pau para toda a obra’, certinha, de Deus’. Só em pensar nisso uma indignação se acende e estremece dentro de mim.

Meu Deus – agora posso chamá-Lo de Meu Deus -, como o Senhor pôde ter sido tão, tão, tão misericordioso comigo? Há quanto tempo eu O servia sem conhecê-Lo.

Eu louvo e agradeço a Deus por esse privilégio e por Ele ter agido de misericórdia para comigo. Agora quero ser para Deus o que nunca fui, 100%. E ir com toda a força contra o diabo para desfazer as obras dele.

Bispo, ainda hoje irei falar com o meu regional para agradecê-lo e confessar o que nunca havia falado. O que acontecerá? Eu não sei. E daqui em diante não compete mais a mim saber ou planejar. Porque essa vida não é mais minha, mas de Deus. E agora sim está 100% em Suas mãos.

Obrigada, bispo! Que Deus o abençoe e continue usando o senhor de forma grandiosa para ajudar aqueles que (assim como eu estava perdida, dentro da própria igreja) estão dispostos a se entregar TOTALMENTE para Deus e tê-Lo como o único Senhor e Salvador de suas almas.

Indianne Pinheiro

Fonte: Blog Bispo Macedo

continue lendo
Estudos

Nascer do Espírito Santo e batismo no Espírito Santo

Duas coisas distintas. Mas o batismo no Espírito depende do nascer do Espírito.

A campanha do Jejum de Daniel tem como objetivo atender a dois pontos:

Primeiro, levar os sinceros ao novo nascimento.

O nascimento do Espírito Santo.

“Mas, a todos quantos O receberam (Jesus), deu-lhes o poder de serem feitos filhos de Deus, a saber, aos que creem no Seu nome; os quais não nasceram do sangue, nem da vontade da carne, nem da vontade do homem, mas de Deus (Espírito de Deus).”João 1.12-13

Jesus disse: “O que é nascido da carne é carne; e o que é nascido do Espírito é espírito.” João 3.6

Segundo, levar aos nascidos de Deus o batismo com o Espírito Santo.

“Ao cumprir-se o dia de Pentecostes, estavam todos reunidos no mesmo lugar… Todos ficaram cheios do Espírito Santo…” Atos 2.1-4

Os que foram cheios do Espírito Santo, no dia de Pentecostes, já tinham nascido de Deus.

O apóstolo Paulo só teve autoridade para impor as mãos e ministrar o batismo no Espírito Santo quando teve certeza de que aqueles discípulos já haviam nascidos de Deus. Veja o relato:

“Recebestes, porventura, o Espírito Santo quando crestes? Ao que lhe responderam: Pelo contrário, nem mesmo ouvimos que existe o Espírito Santo. Então, Paulo perguntou: Em que, pois, fostes batizados? Responderam: No batismo de João (batismo nas águas).

Disse-lhes Paulo: João realizou batismo de arrependimento, dizendo ao povo que cresse nAquele que vinha depois dele, a saber, em Jesus. Eles, tendo ouvido isto, foram batizados em o nome do Senhor Jesus. E, impondo-lhes Paulo as mãos, veio sobre eles o Espírito Santo; e tanto falavam em línguas como profetizavam.” Atos 19.2-6

Os que vivem no pecado podem receber o batismo com o Espírito Santo?

Podem os escravos do pecado receber o Espírito Santo?

Não, não e não!

Como Jesus vai encher do Seu Espírito alguém que vive e gosta do pecado?

É como se o Justo apoiasse a injustiça.

Primeiro, eles têm de morrer para o pecado ou se arrepender do mesmo.

Segundo, eles têm de clamar ao Senhor Jesus pela salvação.

Após essas atitudes de fé, o Espírito Santo, vendo a disposição e sinceridade dos candidatos, vem e realiza o milagre do novo nascimento.

Veja como foi no passado:

Depois de o apóstolo Pedro ter apontado seus pecados, os judeus lhe perguntaram:“Que faremos, irmãos?

Respondeu-lhes Pedro: Arrependei-vos, e cada um de vós seja batizado (nas águas) em Nome de Jesus Cristo para remissão (perdão) dos vossos pecados, e recebereis o dom do Espírito Santo.” Atos 2.37-38

Quer dizer: primeiro vem o arrependimento (novo nascimento); em seguida, o dom do Espírito Santo (batismo no Espírito Santo).

Arrependimento não é sentimento de remorso.

Arrependimento é reconhecer o pecado, abandoná-lo imediatamente, odiá-lo e fugir dele.

Repito: O batismo no Espírito Santo só acontece depois do novo nascimento.

Pode a pessoa sincera nascer do Espírito e, logo em seguida, receber o batismo com o Espírito Santo?

Claro!

Agindo Deus, quem O impedirá?

Fonte: Blog Bispo Macedo

continue lendo
Estudos

O caráter de Deus

“Quase todos são capazes de suportar adversidades, mas se quiser por à prova o caráter de alguém, dá-lhe poder.” Abraham Lincoln

O caráter de alguém diz respeito à sua moral, índole ou modo de ser e agir.

Somente os nascidos do Espírito Santo são habilitados para manifestar o caráter de Deus. Isso porque Seus filhos tornam-se espíritos. João 3.6

A natureza emotiva ou carnal é transformada em natureza racional ou espiritual.

Por essa razão, muitos não entendem o motivo pelo qual são fiéis à igreja ou até mesmo religiosos e, ainda assim, não conseguem ter um comportamento compatível à fé cristã.

Na igreja são uma coisa; distantes dela, são outras criaturas.

Na igreja são santas, educadas e, aparentemente, espirituais.

Em casa, no trabalho ou entre amigos são carnais, grossas e, visivelmente, perturbadas.

Isso acontece porque não nasceram do Espírito Santo. Não têm a natureza de Deus. São convencidas, mas não convertidas. O caráter de cada um fala por si.

A natureza humana é emotiva e teve início com Adão e Eva. Deus os criou almas viventes.

A natureza Divina é espiritual e teve origem com Jesus. Ele não foi criado por Deus, mas gerado pelo Espírito de Deus. Portanto, espírito vivificante. I Coríntios 15.45

O mesmo processo realizado pelo Espírito de Deus para o nascimento de Jesus tem de acontecer com cada discípulo de Jesus. Do contrário, continuarão com a velha natureza adâmica. E o pior: não serão considerados como filhos de Deus. João 1.13

Daí a grande função do Espírito Santo:

Para uns, Ele vem fazê-los nascer de novo.

Para os já nascidos de novo, Ele vem carimbar com o Selo de Deus.

Esse é o batismo realizado pelo Senhor Jesus.

Os primeiros apóstolos nasceram de novo quando Jesus soprou sobre eles o Espírito Santo. João 20.22

Mas só no dia de Pentecostes eles foram batizados com o Espírito Santo. Atos 2.1

Como se vê, a grandeza da vinda do Espírito Santo não é para se falar em línguas. Mas para manifestar o mesmo caráter do Seu primeiro Filho: Jesus.

Fonte: Blog Bispo Macedo

continue lendo
1 107 108 109 110 111 112
Page 109 of 112