Blog

OBREIRA QUE QUER O ALTAR!

1 comment3952 views

Nestes dias conversava com uma obreira que deseja o ALTAR, que quer ser esposa de um pastor…

Vi nos seus olhos o anseio enquanto falava. Entretanto, no meio da conversa, fiz uma observação para que ela pensasse realmente na seriedade do seu objetivo. Ao que lhe perguntei: “Tens a noção de que há uma diferença muito grande entre o QUERER e SERALTAR?”

Muitas querem e desejam o ALTAR, pois DELE receberam uma mudança de vida, uma palavra que trouxe a solução para os seus dilemas. Por essas e outras razões é que almejam o ALTAR, mas não pela razão certa, que é SER o próprio ALTAR.

Dizer que quero e desejo o ALTAR não muda nada na minha vida, e não faz qualquer diferença, pois são apenas palavras, mas eu provo que realmente esse é o meu objetivo, quando o meu SER é Um com DEUS, quando eu e o ALTAR somos Um!

Eu sou o ALTAR quando há “VIOLÊNCIA” contra o meu “eu”.

Se as minhas vontades predominam; se tenho um génio forte; se sou sentimental ao ponto de me abater com qualquer chamada de atenção; se tenho sonhos e ambições pessoais para satisfação dos meus interesses; se tenho impulsos, defesas e reservas, então não SOU o ALTAR!

Se realmente é uma Obreira que tem o objetivo de SER o ALTAR e não apenas QUERER o ALTAR, remova imediatamente tudo o que a impede, sobretudo o maior de todos os obstáculos: O “eu” (egoísmo).