Estudos

Obreira boa, fiel e prudente!

2417 views

Eis as 3 características que fazem parte da Obreira que verdadeiramente agrada a Deus:

 

Boa
Fiel
Prudente

É importante que fique claro que não adianta só ser boa, e não ser fiel e nem prudente. E também não adianta ser fiel e prudente e não ser boa.

O certo é ser uma Obreira boa no que executa, no seu comportamento, nas suas atitudes, no seu modo de falar, em todas as circunstâncias e em todos os lugares, por onde andar. Ou seja, ser um exemplo! Ser a melhor em tudo, porque dentro de si há o Espirito do Melhor!

Muitas são relaxadas e não têm o mínimo de zelo: Começam algo e não terminam, não são boas no desempenho do seu trabalho, não são cuidadosas no seu lar e dentro da Casa de Deus não dão o máximo de si.

A obreira para além de boa, tem o dever de ser fiel. Mas fiel em quê? Somente nos dízimos, nas ofertas?

Não somente nesse sentido, que é fundamental, mas acima de tudo, fiel nas suas intenções. Pois muitas são obreiras com o interesse de serem reconhecidas, de receberem glórias, ou então para satisfazer o seu “ego”. Com o passar do tempo essa fidelidade vai sendo abafada pela malícia, pelos maus olhos, pela corrupção dos sentimentos.
O ser Fiel é ser compromissada até ao fim da sua vida, cumprindo o seu chamado, custe o que custar!

A prudente é aquela obreira que vive a sua vida em constante alerta. Atenta a tudo ao seu redor, e sobretudo atenta a si própria, às suas reações e intenções.

Ela vive agora como se o seu Senhor voltasse a qualquer instante.
A realidade é que se não for prudente não terá condições para se manter boa e fiel!

Repare que essas 3 características são cruciais no serviço da Obra de Deus, e uma não pode estar separada da outra… as 3 caminham lado a lado.

Seja verdadeira e analise profundamente se tem sido essa serva que é boa, fiel e prudente!

Repare o seu erro. Aguardo o seu comentário.

“Disse-lhe o seu senhor: Bem está, bom e fiel servo. Sobre o pouco foste fiel, sobre muito te colocarei; entra no gozo do teu senhor.”

(Mt.25:21)