Estudos

Obreira Hospitaleira

1430 views

O post de hoje vai tratar de um assunto, que infelizmente tem vindo a ser esquecido por muitas, devido à correria do dia-a-dia. Com os dias agitados, com as responsabilidades que nunca vão cessar, a tendência é não valorizar a hospitalidade.

Sabem como vejo a hospitalidade? Para além do dicionário que relata o seguinte:

Significado de Hospitalidade

  • Ação ou efeito de hospedar; hospedagem.
  • Característica da pessoa hospitaleira; qualidade do lugar em que há boa acolhida.
  • P.ext. Maneira de tratar que expressa gentiliza e amabilidade.

Vejo o significado de hospitalidade muito mais profundo do que mencionado no dicionário, que em muito está ligado à hospedagem, acolhimento. No lado espiritual, entendo que hospitalidade está ligada à Oferta, à entrega, à dedicação = SACRIFÍCIO.

Vamos uma vez mais aprender com Abraão. Repare no que está escrito, e que é um exemplo claro de hospitalidade e façamos uma ligação com a nossa vida:

“Depois apareceu-lhe o Senhor nos carvalhais de Manre, estando ele assentado à porta da tenda, no calor do dia.
E levantou os seus olhos, e olhou, e eis três homens em pé junto a ele. E vendo-os, correu da porta da tenda ao seu encontro e inclinou-se à terra…”

1º ponto – Quando chega alguém pela primeira vez à igreja, como é a sua postura? Logo vai ao encontro da pessoa, ou fica à espera que se aproximem de si, para atender?
E as desculpas são muitas: Porque sou tímida, porque não tenho jeito para cumprimentar, fico sem graça, e por ai vai. Assim torna-se muito complicado mostrar Deus através da sua vida.

“E disse: Meu Senhor, se agora tenho achado graça aos teus olhos, rogo-te que não passes de teu servo.
Que se traga já um pouco de água, e lavai os vossos pés, e recostai-vos debaixo desta árvore;
E trarei um bocado de pão, para que esforceis o vosso coração; depois passareis adiante, porquanto por isso chegastes até vosso servo. E disseram: Assim faze como disseste.
E Abraão apressou-se em ir ter com Sara à tenda, e disse-lhe: Amassa depressa três medidas de flor de farinha, e faze bolos.
E correu Abraão às vacas, e tomou uma vitela tenra e boa, e deu-a ao moço, que se apressou em prepará-la.”

2º Ponto – Você vai de encontro às necessidades das pessoas que atende? Ou simplesmente oferece o básico, ou seja, aconselha de uma forma comum, dizendo para a pessoa fazer uma corrente, porque Deus vai abençoar? Mas não vai fundo, dando o verdadeiro alimento que ela precisa. Apenas atende por um descargo de consciência. Veja que Abraão foi atencioso, não atendeu de qualquer maneira, mas foi de encontro à necessidade, indo direto ao ponto, sem rodeios, sendo definido no seu auxílio.

E tomou manteiga e leite, e a vitela que tinha preparado, e pôs tudo diante deles, e ele estava em pé junto a eles debaixo da árvore; e comeram.”
(Gênesis 18:1-8)

3º Ponto – Diante da atitude de Abraão, podemos entender que ele prestou toda a atenção necessária e que não fez nada pela metade, mas ficou de pé junto daqueles anjos, atento a tudo. É sem dúvida alguma uma OFERTA! E talvez você é aquela obreira que até atende e aconselha, mas não acompanha a pessoa até ao fim, não fica junto dela, observando o seu desenvolvimento. Então, não está a ter esse espírito hospitaleiro… e isso é um sinal de que algo não está bem dentro de si, precisa rever os seus conceitos e valores espirituais.

Talvez até diga: Mas Luisa, Abraão serviu a anjos!
Pergunto: Não está escrito:

“Em verdade vos digo que quando o fizestes a um destes meus pequeninos irmãos, a mim o fizestes?”
(Mateus 25:40)

Gostaria de saber o seu pensamento sobre o artigo de hoje. Registe o seu comentário!