Blog

Daniel, sinônimo de dependência de Deus

1950 views

 Não havia quem pudesse vencer o desafio? Com isso sua profissão entraria em escassez? Todos os “oficiais” conselheiros do rei estavam condenados à morte, pois não havia aos olhos naturais, quem pudesse vencer o desafio proposto pelo rei, descobrir o sonho e interpretá-lo. O rei não queria intuições, nem revelações criadas por meio da imaginação, mas algo concreto, acima de tudo a verdade, ainda que esta lhe causasse dor; uma interpretação que ele pudesse se apoiar e depositar sua esperança. Por isto foi lançado o desafio e posterior “decreto” de morte, pois ao se declararem incapazes, os conselheiros foram considerados inúteis aos olhos do rei.

         Ao saber do decreto de morte, Daniel ousou depender de Deus, se posicionou, fez o rei saber que ele aceitara o desafio e, em seguida procurou seus amigos e fez com que eles soubessem do ocorrido, pedindo-lhe orações para que Deus lhe mostrasse o sonho e sua interpretação, afinal além de ser impossível aos olhos humanos, ele nunca havia “adivinhado” e interpretado um sonho anteriormente. 

         Tudo ocorreu bem, por meio da fé, Deus mostrou a Daniel o que ele precisava saber, com isso inúmeros oficiais, inclusive os que não seguiam a Deus, se viram livres da morte. O rei reconheceu que Daniel era diferente, nele havia algo nunca visto em homem algum, mas ainda não sabia exatamente o que era.

         Quantas vezes, como Daniel nos encontramos diante de um desafio nunca enfrentado anteriormente? Algo que custe nosso sucesso familiar, físico, financeiro ou espiritual? E, até mesmo envolva outras pessoas? Qual a nossa reação, nos damos por vencidos, pois aos olhos naturais não tem saída ou fazemos como Daniel, nos colocamos na dependência de Deus, agimos nossa fé, contamos com as orações de nossos amigos e buscamos n’Ele a resposta?

         Estejamos atentos às oportunidades que surgem em nossas vidas para glorificar à Deus, pois é exatamente quando nos é solicitado algo que somos incapazes de fazer, passamos por situações insolúveis aos olhos humanos; é nos momentos de crise que temos a oportunidade de agir de forma diferente, de inovar, testemunhar a interação do homem com Deus, pois Ele nos leva a experimentar a força da aliança que fazemos ao depender d’Ele, nossos olhos são abertos para que possamos ver e entender a saída, assim como aconteceu com Daniel, colhemos frutos sobrenaturais e permitimos que o poder de Deus se materialize por meio de nossas ações e reações que deixamos nítido que há algo diferente em nós. 

Inspirado em Daniel capítulo 2