Relacionamento

6 coisas que aprendemos com o fim do relacionamento

1 comment3432 views

Renato e Cristiane Cardoso mostram as lições de um término.

O fim de um relacionamento é doloroso. Independentemente da idade, quando se percebe que aquele relacionamento não tem o futuro esperado, é preciso ser corajoso e forte para pôr um fim à história e, mais do que isso, inteligente para aprender com os erros e não voltar a cometê-los.

Assim, o Portal Unviersal.org lista 6 lições ensinadas pelo fim de um relacionamento amoroso. Leia, reflita sobre sua própria experiência e deixe sua opinião ao final da matéria.

1- Autovalorização

A maior parte dos relacionamentos terminam porque os parceiros não se valorizam. O que muitos não percebem, entretanto, é que essa falta de valorização por parte do outro só acontece porque a própria pessoa não se valoriza.

Toda vez que se releva um erro grave sem um bom diálogo, toda vez que alguém aceita ser enganado é a demonstração da falta de autovalorização.

Em seu blog, Cristiane Cardoso explica que “você se rejeita toda vez que se amarra nesse tipo de relacionamento autodestrutivo. É como se você não tivesse chance de ser feliz, e a única pessoa que existe num mundo para você é esse cara que não te ama”.

2- Autocrítica

A lição acima só pode ser aprendida se, antes disso, a autocrítica for praticada. O término de um relacionamento é oportunidade para cada um se avaliar e encontrar os erros cometidos, inclusive a falta de autovalorização.

Renato Cardoso recomenda: “É importante avaliar se há algum comportamento seu que é destrutivo para um bom relacionamento. Se tiver dificuldade em identificar algo, pergunte a uma pessoa próxima, cuja opinião você confia e respeita, se percebe algo em você. Desenvolva estratégias para lidar com essas falhas”.

3- Atenção aos pais

Provavelmente, as pessoas mais indicadas a te ajudarem a encontrar as falhas sejam seus pais. Por isso, Renato afirma que “você precisa acreditar em quem realmente gosta de você. Alguém vê sua beleza e potencial”.

E Cristiane complementa: “quando os nossos pais nos alertam de qualquer coisa que seja, é para o nosso bem. Não é caretice não. Quer você goste ou não, eles sabem exatamente do que estão falando. Muitos deles aprenderam essas lições com as amargas experiências da vida e eles simplesmente querem nos poupar de passarmos o mesmo”.

4- Entrega a Deus

Talvez a lição mais importante do fim de um relacionamento seja aprender a se entregar a Deus. Quando o namoro, noivado ou casamento está nas mãos das pessoas correm o risco de ruir, afinal, seres humanos são falhos. Mas, quando é Deus quem guia a relação, o sucesso é garantido.

É preciso “colocar meus problemas nas mãos de Deus e pedir a Ele uma orientação. Não sei como proceder em relação a esse problema, mas sei que uma Mulher Virtuosa consegue enxergar os caminhos que Deus oferece. Creio que tudo vai dar certo”.

5- Não repetir

Uma vez que você está de bem consigo mesmo, realizou a autocrítica, ouviu os conselhos dos pais e se entregou a Deus, é necessário aprender a não repetir os erros. Hábitos são difíceis de mudar, mas isso é necessário.

6- Reavaliação

Uma vez aprendidas as lições anteriores, é hora de pensar no próximo relacionamento. O objetivo, obviamente, é que dessa vez a pessoa escolhida seja aquela com quem você irá construir uma família e compartilhar toda a sua vida. Por isso, é muito importante escolher bem.

Os relacionamentos anteriores não deram certos por erros de ambos os lados. Agora que você aprendeu com os seus é preciso saber escolher melhor um parceiro. “Talvez você esteja atraindo o tipo de pessoa que não quer compromisso sério ou que tenha sérios problemas de comportamento. Avalie seus critérios para iniciar um relacionamento”, recomenda Renato.

Quer saber como fazer isso e aprender mais sobre relacionamentos? Leia o livro “Namoro Blindado”, de Renato e Cristiane Cardoso. Participe também da Terapia do Amor, que acontece todas as quintas-feiras na Universal. Seja você solteiro ou casado, a Terapia te ajudará em sua vida amorosa.