Blog

Quem dá, recebe!

2055 views

Todos nós somos a construção de experiências e ideias que recebemos ao longo da vida. Quando conhecemos o mundo espiritual passamos a receber diariamente doses de inspiração, revelação e experiências sobrenaturais através da fé.

Não podemos ser como um cofre que guarda tesouros que talvez nunca tenham utilidade. Precisamos entender que este não é o objetivo de Deus. Ele nos deixou o exemplo. O ministério do Senhor Jesus nada mais foi que o compartilhar de experiências com Deus e o ensino de como adquiri-las.

Ele compartilhou experiências e conhecimentos de  como usar a fé, curar, relacionar com Deus, com os amigos, como agir no momento da aflição e transmitiu com clareza seus objetivos e convicções referentes ao mundo físico e espiritual.

Muitos não têm aproveitado o tempo para dividir suas experiências, agir como Jesus. É por intermédio deste hábito que proporcionamos a outros, possibilidades de produzirem ou construírem por meio de nossas experiências. É a lei do dar e receber. Um interage com o outro e produz um crescimento mútuo.

Muitas vezes a vida é tão corrida que adquirimos o hábito e criamos uma rotina de ir à igreja e auxiliar nas reuniões. Contudo, seria mais frutífero nos encontrarmos com alguém com o mesmo objetivo para trocarmos e falarmos sobre nossas experiências com Deus, como por exemplo, o  que Deus falou conosco quando a nossa mente era bombardeada por dúvidas, uma oração  feita que nos trouxe resposta e alívio, uma atitude que nos fez  experimentar o poder de Deus ou uma meditação e direção  vinda diretamente d’Ele.

Estas meditações são as provas de que compartilhar experiências é a base do nosso ministério:

A Bíblia é um apanhado de experiências compartilhadas.

  • Não é por acaso que Ele afirmou que maior bem aventurança é dar do que receber. Não é uma explicação é uma direção!
  • Quando compartilhamos experiências agimos como Jesus e produzimos os mesmos frutos que Ele.
  • Ensinar transmitindo o que vivemos nos dá ousadia.
  • Quanto mais damos o que Ele nos dá, mais receberemos d’Ele. “Quem planta, colhe”.

Todos têm sede de adquirir conhecimento e ter experiências com Deus, mas nem todos estão dispostos a compartilhá-los. Nisto vemos a distinção entre os que O servem e os que não.

Quando damos o que recebemos de Deus, Ele nos concede o mesmo prazer que Ele tem ao fazê-lo. Quanto mais damos, mais teremos sede de dar. Experimentemos!

Foto GisleneGislene Xavier