Relacionamento

10 perguntas que todo solteiro deve fazer antes de se casar

2676 views

O casamento exige uma boa dose de maturidade, tolerância e sacrifícios. Será que você está pronto para dar esse passo?

Já faz algum tempo que ir a casamentos tem feito parte da sua rotina. Você olha ao seu redor e a maioria dos seus amigos já se casou. Jantar fora já não é como antes, agora você está cercado por casais. Em situações como essas, inevitavelmente, o solteiro se pergunta: “Quando será também o meu grande dia?” Porém, será que você, independentemente da sua idade, está preparado para dar esse passo? Muitas pessoas esquecem que o “sim” no altar vem acompanhado por uma série de responsabilidades e, principalmente, maturidade para lidar com o outro.

O jornalista e escritor norte-americano J. Lee Grady listou 10 perguntas essenciais que os solteiros devem fazer antes de se casar. Veja quais são:

1. Você já entregou a sua vida ao Senhor Jesus?

Antes de entregar a sua vida aos outros, analise se ela pertence a Deus primeiro. Uma união não vai sobreviver baseada apenas em romance, paixão sexual ou qualquer outro sentimento. Seu casamento será fraco, se você for fraco espiritualmente. Você está assumindo um risco se a sua vida espiritual não estiver em primeiro plano.

2.    Como você lida com os outros?

Se você não consegue se dar bem com as pessoas ao seu redor, que não precisam acordar com você todos os dias, imagine num casamento. Não pense que será diferente se você já tem um histórico de amizades desfeitas. É preciso obter o controle de suas raivas, birras e ciúmes agora, e não depois de se comprometer com alguém para o restante da sua vida.

3.    Como você e seu parceiro lidam com conflitos?

Como seres humanos, você e o seu parceiro provavelmente têm opiniões diferentes. Discutir ou debater é comum em todo relacionamento. Porém, se as suas discussões passam dos limites, partindo para gritarias e agressões físicas já no namoro ou noivado, você está pedindo para ter problemas no casamento. Busquem aconselhamento espiritual antes de dar qualquer passo.

4.    O seu passado é um livro aberto?

Se você esconde marcas do passado por trás de uma máscara, isso acompanhará você no casamento e irá prejudicar o seu cônjuge. Lembre-se que casamento significa intimidade. Se você não conseguir ser transparente com o seu parceiro sobre suas falhas e lutas agora, você não poderá cobrar isso dele e nem desfrutar de um casamento feliz. Se você lida com a depressão, vícios ou problemas na área sexual, obtenha a cura antes do casamento.

5.    O passado do seu parceiro é confiável?

Se você tiver alguma dúvida em relação ao histórico do seu parceiro, então não se apresse até estar seguro o suficiente. Em todo relacionamento, é correto fazer muitas perguntas, especialmente se ele já foi casado ou teve um relacionamento com alguém do mesmo sexo. Seja transparente. Você não quer dormir com um príncipe e acordar com um sapo na lua de mel, não é mesmo?

6.    Você já parou para pensar como será a vida a dois depois da cerimônia?

Se tudo o que consegue pensar tem a ver com orçamentos, lista de convidados, música, tamanho do bolo e lembrancinhas, reveja suas prioridades. Muitos casais querem a cerimônia mais perfeita que possa existir, mas sequer conseguem planejar a vida juntos. Ninguém quer investir 50 mil reais em um casamento para vê-lo desfeito poucos meses depois.

7.    Você é financeiramente responsável?

O problema financeiro é um dos grandes vilões de muitos casamentos. Se você, como solteiro, ainda não conseguiu administrar a sua própria renda, imagine como irá lidar dividindo as despesas e responsabilidades de uma casa. Não é necessário ser rico para ter um casamento feliz, mas é preciso saber planejar muito bem as contas para o estresse financeiro não sufocar o seu casamento.

8.    O que pensa a sua família e a do seu parceiro em relação ao seu casamento?

Nem todos os pais ficarão felizes com as escolhas de seus filhos. Porém, é preciso analisar com cuidado se você está tomando a decisão certa ao se casar com alguém que a sua família inteira é contra. Reavalie por que eles não concordam com o seu relacionamento. Será que existe algo que você ainda não viu de errado no seu parceiro? Romeu e Julieta se amavam, mas a história deles terminou em tragédia por causa das atitudes de seus pais.

9.    Os seus objetivos e sonhos são diferentes dos do seu parceiro?

Vocês não precisam ser iguais ou ter os mesmos gostos, mas quando Deus une duas pessoas realmente, uma apoia os sonhos da outra. Por exemplo, analise se os dois querem ter filhos, mudar de país, cursar uma faculdade, etc. Se os objetivos não batem, é preciso repensar.

10.  E por último, mas não menos importante, você e seu noivo (sua noiva) ou namorado (a) oram juntos?

Esse tipo de intimidade espiritual é o termômetro perfeito sobre a compatibilidade espiritual entre vocês dois. Se vocês têm essa liberdade é um sinal de que querem crescer espiritualmente juntos e priorizam Deus no relacionamento de vocês. Quando Deus une um homem e uma mulher, eles devem tornar-se um em todos os sentidos.

Depois de ler e responder a essas perguntas, você acredita ter maturidade para o casamento?

Por Taís Gomes / Foto: Thinkstock