Blog

Obreira, você é constante no atendimento?

3520 views

ob-constante-1900x748

Por incrível que pareça, o assunto sobre atendimento é mais vasto do que possamos pensar.

Por esta razão, o artigo de hoje vai tratar desse tema, que vem à baila novamente, por causa de uma conversa que tive com uma companheira de guerra, sobre a importância destes posts, alusivos ao atendimento.

Ela contava-me que, quando iniciou na igreja, durante um ano, aproximadamente, ninguém a procurou para saber como estava, e quando o fizeram, a sua reação imediata foi a de não dar abertura, e ainda disse que estava tudo bem com a sua vida. Algo que não condizia com a verdade a seu respeito. Entretanto, aquela obreira foi muito inteligente, e sobretudo perseverante, na sua sede de ganhar almas. Não desistiu, e teve sensibilidade para perceber que ela não estava tão bem como dizia. Com todo o cuidado, insistiu na sua aproximação, e revelou o seu profundo interesse em ajudar. O resultado foi positivo.

À medida que ouvia esse relato, logo pensava em vocês, obreiras internautas, em passar-vos essa consciencialização, de serem perseverantes com as pessoas que são mais fechadas e que, aparentemente, não expressam abertura para falar.

Se realmente há dentro de si esse objetivo de ir além, de fazer o que for necessário, para conduzir uma pessoa à verdade, então, não vai limitar-se. Muito pelo contrário, dentro de si há uma inquietação, que lhe dá sabedoria – e as palavras certas – a fim de alcançar essas vidas que, literalmente, estão no inferno. Mas se é aquela obreira apagada, que não vive com o seu pensamento voltado para agradar a Deus, e fazer Sua vontade, então, não passa de mais uma mera voluntária da igreja, que só faz a sua caridade, e que descarrega o peso da consciência, em alguns momentos de apoio ao próximo. Que triste! Será que é isso que Deus espera de si?

Seja determinada e constante no seu atendimento. Não atenda uma vez, e pronto, já está. Não faça isso! Quer saber qual é o verdadeiro atendimento?

É aquele que acompanha a pessoa, desde a sua libertação, conversão, até à sua salvação! O Apóstolo Paulo escrevendo aos Gálatas disse: “Meus filhos, por quem, de novo, sofro as dores de parto, até ser Cristo formado em vós.” Gálatas 4:19.

Não é fácil conduzir uma pessoa à salvação… exige dor!

O real objetivo deste artigo, é despertar-vos para a necessidade de serem perseverantes e constantes no atendimento… de verdadeiramente dar a vida na Obra de Deus, pois essa é a sua missão!

Gostaria de ler o seu comentário, sobre o que pensa a este respeito.

D LuizaLuisa Teixeira

http://vivifreitas.me