Blog

Aprendendo com os erros de Jonas – Parte 1

2981 views

Gosto muito do livro de Jonas. É muito profundo e diz respeito, principalmente, a nós que fazemos a Obra de Deus. Sempre que leio a história de Jonas tiro dela grandes lições.

Deus mandou que Jonas fosse à cidade de Nínive pregar para aquele povo, a fim de que eles se convertessem do seu mal caminho. Mas Jonas desobedeceu. Fugiu da presença de Deus (Como se isso fosse possível) e embarcou num navio a caminho da cidade de Társis e por causa dessa atitude colocou em risco não só a sua vida, mas também a de todos que estavam com ele no barco. Pois, sobreveio uma grande tempestade e o desespero tomou conta de todos.

Jonas, contudo, sabia que a causa de tudo aquilo era a sua desobediência e, por isso, mandou que o lançassem no mar para que a tempestade cessasse.

Talvez neste momento você esteja em meio a uma tempestade de problemas, aflição, lutas. Tudo parece está desabando sobre sua cabeça, mas lá no seu íntimo você sabe o porquê. Assim como Jonas sabia. E todos que estão no “barco” com você – filhos, marido, esposa, pais – também estão sofrendo as consequências da sua desobediência. É isso que acontece quando somos insubmissos e rebeldes. Colocamos em risco não só a nossa salvação, mas a de todos os que nos cercam. Especialmente da nossa família.

Jonas tinha um chamado de Deus, mas não queria atender aquele chamado. Você, obreiro (a) também tem um chamado, mas, a exemplo de Jonas, tem se recusado a atendê-lo. Não têm mais disposição para dar a vida pelas almas. Não tem mais paciência para ouvir as pessoas desesperadas, desorientadas, desesperançadas.  Não sente a dor delas, e por isso, não tem disposição para orientá-las, apresentar o Senhor Jesus a elas e ajudá-las a fortalecer a fé  com suas orações e jejuns.

Tudo isso agora é muito penoso para você, e a sua vontade é a que sempre prevalece, embora tenha plena consciência do seu chamado. Você insiste em fazer as coisas do seu jeito e servi-Lo a sua maneira. E a maldita impressão de bem estar está te levando para a perdição e quando se der conta já estará no ventre de um grande peixe, como aconteceu com Jonas. Isso se já não estiver.

Talvez você não entenda o porquê dessa enfermidade que lhe sobreveio, esse desemprego repentino, ou esse problema familiar. Aí está a resposta. Você tem negado o seu chamado, e como Jonas tem tentado, inutilmente, fugir da presença de Deus. Por isso, Deus permitiu que ele fosse tragado por um grande peixe.

Assim estão muitos obreiros. Têm um chamado, mas querem viver como se não tivessem, e, por isso, vivem frustrados, com a vida amarrada, não conquistam nada, não crescem nem materialmente e muito menos espiritualmente, simplesmente porque se recusam a obedecer ao chamado de Deus, ou porque querem fazer do seu jeito.

Deus precisou levar Jonas para o fundo do poço para que lá ele não tivesse alternativa, a não ser olhar para o Alto.

Angustiado dentro da barriga do peixe ele reconheceu o seu erro, se arrependeu e clamou a Deus. E Deus o livrou. Deus, em sua infinita misericórdia está sempre pronto para nos perdoar quando há um arrependimento sincero.

Jonas se arrependeu e foi para Nínive pregar para aquele povo, mas ainda, não havia aprendido a lição.

Continua na próxima semana…

Jeane VidalJeane Vidal