Estudos

Servir a Deus, de coração

6949 views

mulher virtuozaUma vida dedicada ao Senhor Jesus não significa uma vida de completa facilidade. Existem os desafios, as provas e as próprias batalhas, as quais têm de ser, não somente enfrentadas, mas também vencidas.

Servir a Deus de todo o coração significa renunciar totalmente a sua própria vida, pois servilo significa sacrificar suas paixões, seus desejos e o amor pelas coisas passageiras deste mundo.

Dedicar-se ao Senhor por completo significa ter uma vida de lutas constantes, dissabores, incompreensões, decepções e lágrimas por aqueles que nem ao menos conhece. Se o homem comum passa por momentos difíceis, imaginem aqueles que O servem de coração. Estes enfrentarão batalhas e viverão um estado de guerra constante com satanás e todo o seu reino.

O melhor exemplo disso foi o próprio Senhor Jesus, que, mesmo sendo filho de Deus, foi tentado muitas vezes, mas em todas as etapas venceu, pois orava continuamente ao Pai: “Ele, Jesus, nos dias da sua carne, tendo oferecido, com forte clamor e lágrimas, orações e súplicas a quem o podia livrar…” (Hebreus 5.7).

E se o filho de Deus precisava viver em constante consagração, imagem aquelas pessoas que O servem? Elas devem viver a todo instante buscando a ajuda do Senhor para vencer os seus momentos de lutas.

Quem se dispõe a servi-Lo de o todo coração, jamais poderá pensar em si mesmo, no seu futuro, mas em Cristo, como Ele mesmo declarou: “Buscai, pois, em primeiro lugar; o seu reino e a sua justiça, e todas estas cousas vos serão acrescentadas” (Mateus 6.33).

É como um soldado que vai para guerra. Lá, na frente da luta, tem obrigação de se manter vigilante o tempo inteiro, pois, do contrário, a sua vida e a de seus companheiros estarão em risco. Não há férias, folga ou lazer, porque o inimigo também não tem e está pronto a atacar a qualquer instante.

No período de guerra, o país conta com o seu soldado e espera que ele lute com todas as suas forças para que a vitória seja alcançada. Da mesma forma é a vida cristã. Aquele que deu a Sua vida pelo pecador, que sofreu para que ele pudesse ter a vida eterna, que o salvou e o convocou, e agora, precisa dele para alcançar outras pessoas que ainda se encontram vivendo, segundo as paixões do mundo.

Viver uma vida cristã de todo o coração é se colocar na presença de Deus para que a Sua vontade possa ser realizada, através Dele, neste mundo.

Desta forma, não basta ser um freqüentador de igrejas ou mesmo um cristão apenas de palavras ou de atitudes, mas de dedicação constante, conforme o seu desejo, que está registrado em Sua Palavra: “Portanto, sede vós perfeitos como perfeito é o vosso Pai celeste” (Mateus 5.48).