Igreja Universal vende copo d’água “diretamente do Nilo”

Mito: Por R$ 130, a Igreja Universal do Reino de Deus estaria comercializando copos com a água do Rio Nilo “bebida por Moisés”.

Verdade: Trata-se de um boato mentiroso que circula nas redes sociais desde 2015. Aliás, esse tipo de calúnia é recorrente e tem merecido da Igreja Universal, inclusive, a tomada de medidas judiciais.

O rumor sobre o copo d’água da Universal é semelhante a outros que já foram inventados, sobre venda de vassouras e sabonetes.

É preciso ter cuidado e responsabilidade com a informação que se compartilha, para não dar eco a boatos mentirosos que, mesmo sob um olhar ligeiro, deixam claro que se trata de uma fraude.

Caminhão com logo da Prefeitura do Rio despeja concreto em obra da Universal

Mito: Circula um vídeo pela internet que mostra um caminhão com identificação da Prefeitura do Rio de Janeiro em frente a uma construção. Segundo o autor da gravação, a obra seria de um templo da Universal e o caminhão estaria despejando concreto no local.

Verdade: o imóvel não pertence à Universal e o caminhão é de uma empresa terceirizada que atendia a gestão anterior da Prefeitura do Rio, do prefeito Eduardo Paes. Basta olhar o logotipo antigo colado no veículo.

É mais um boato mentiroso espalhado por quem pretende atacar a Igreja Universal e seus adeptos.

Igreja Universal estimula discriminação contra cultos afro-brasileiros

Mito: A Igreja Universal do Reino de Deus pratica “reiteradas atitudes agressivas” contra adeptos dos cultos de matriz africana, que seriam “apedrejados, espancados e surrados com Bíblias”, segundo reportagem da Agência Pública divulgada na Internet, citando estudo dos anos 1980.

A autora da matéria fez, ainda, uma relação entre o suposto aumento do número de denúncias de “discriminação por motivo religioso” e a eleição do prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella, bispo licenciado da Universal.

Verdade: Embora as diferentes denominações religiosas tenham crenças distintas, a Universal respeita todos os credos exatamente por defender as liberdades de religião, de pensamento e de expressão asseguradas em nossa Constituição Federal.

Assim, mesmo divergindo – como é nosso direito, assegurado pela liberdade de culto – a Universal jamais perseguiu ou atacou pessoas por suas convicções espirituais.

Pelo contrário, respeitamos a todos porque, como vítimas maiores do ódio religioso no Brasil, também exigimos o mesmo respeito.

Universal promove estudo bíblico para divulgar novela da Record TV Apocalipse

Mito: segundo texto publicado no portal “Observatório da Televisão”, a Igreja Universal do Reino de Deus estaria promovendo uma “divulgação indireta da próxima novela da emissora, Apocalipse”. De acordo com a publicação, “para familiarizar os fiéis no assunto” e “atraí-los para assistir o folhetim”, a Universal reuniria, aos domingos, no Templo do Salomão, em São Paulo, “os seguidores para um estudo acerca do livro apocalíptico”.

Verdade: desde seu início, a Universal prove estudos bíblicos sobre o Apocalipse, que são fundamentais para a Fé cristã. Além disso, há anos, o portal Universal.org e todos demais veículos da instituição também divulgam textos sobre o assunto.

O veículo de comunicação deveria, pelo menos, verificar a informação para não publicar a versão deturpada de um fato como se fosse a verdade. É o que exige a prática do bom jornalismo.