Experiências vividas

Você ainda tem uma chance

650 views
ThinkstockPhotos-546426734.690x460

Leia essa história e entenda como Deus age na vida de quem O busca

Aquela jovem chegou à Igreja cheia de vícios, traumas e complexos. Libertou-se e, pouco a pouco, viu o seu interior sendo transformado. Aquele vazio que sentia na alma já não existia mais. Finalmente conquistara a paz que tanto buscava. Agora, dentro dela ardia o desejo de falar de Jesus para outras pessoas.

Começou a evangelizar e a colaborar cada vez mais na Obra de Deus — na limpeza da igreja, nas atividades do Força Jovem. A sua vontade era servir, sem se importar como nem onde. Estava sempre pronta para dizer “eis-me aqui”, tamanha era a sua gratidão por ter achado a alegria e a paz que tanto buscou.

Foi levantada a obreira. Que alegria. Como era gratificante poder ser um instrumento nas mãos de Deus. Sabia que não tinha nenhuma condição, mas acreditava que Deus a capacitaria, pois Ele sempre capacita os Seus escolhidos.

Agora ela tinha a autoridade para ajudar as almas aflitas. Unção dada pelo próprio Deus para, em nome do Senhor Jesus, libertar, curar e orientar aqueles que estavam perdidos, como ela um dia esteve. Os seus olhos estavam fixos no Alto. Nada era mais importante do que agradar e servir a esse Deus maravilhoso que mudara a vida dela.

Claro que ela desejava ver a família transformada, e lutava por isso. Mas não se preocupava, porque sabia que Deus iria cumprir o que prometeu.

O tempo passou

Mas o tempo foi passando e ela já não era mais aquela obreira que Deus tanto usara. Algo tinha mudado dentro dela. O descuido com a vida espiritual a fez esfriar na fé, e a certeza que outrora tinha de que Deus supriria as suas necessidades deu lugar à ansiedade.

Os pensamentos soprados pelo diabo buscam levar pessoas incautas a se entregarem a uma paixão e aos vícios e, assim, perder aquilo que têm de mais precioso: a Salvação.

Aquele uniforme que um dia representou para ela a oportunidade de ser usada por Deus, de ser um instrumento em Suas mãos, e que conquistou com tantas lágrimas e foi motivo de tanta alegria, já não representava mais nada para ela. Ou melhor, representava sim: um fardo.

O desejo pelas coisas não espirituais tem sido o principal motivo pelo qual muitos têm se perdido. As pessoas não abandonam apenas a Obra, mas toda uma vida com Deus. Viram as costas para Ele como se nunca O tivessem conhecido ou tido uma experiência com Ele.

Lamentavelmente, a história de Juliana se repete frequentemente dentro da Igreja do Senhor Jesus. Mudam apenas os protagonistas, mas o vilão é sempre o mesmo:

O diabo? Não.

O coração. Sim, ele. Que é o centro da vontade humana.

Enquanto houver quem o alimente e o satisfaça, ele continuará fazendo as suas vítimas:

“Enganoso é o coração, mais do que todas as cousas, e desesperadamente corrupto, que o conhecerá”? Eu, o SENHOR, esquadrinho o coração, eu provo os pensamentos; e isso para dar a cada um segundo os seus caminhos e segundo o fruto das suas ações. ” Jeremias 17.9,10

Mas felizmente também há uma nova chance para quem está na mesma situação em que Juliana esteve.

Se você se encontra afastado de Deus e precisa de ajuda, converse agora mesmo com um bispo ou pastor, acesse o Pastor Online. Participe também de uma reunião especial para os afastados, que acontece todos os sábados, às 20h, na Avenida Celso Garcia, 499, Brás, região central da capital paulista.